Comentários da Comunidade “Salvadores de Uldum”

Fala Invasores de Naxxramas, tudo belezinha ? Vamos agora conferir os mais diversos comentários da comunidade de geradores e influenciadores de hearthstone.

Começando pela 

Nayara Sylvestre

Pra ser sincera, a primeira vista, quando vi que a Liga dos Exploradores – em especial o Reno – ia voltar, me bateu um leve desespero, pois eu sou uma das pessoa que não eram nada fã dos “Renodecks” Mas conforme fui acompanhando o set da coleção, aparentemente se viu muito interessante e não sei se houve até o momento um tão forte quanto este. O que quero dizer, é que em alguns momentos em expansões passadas, muita gente dizia que as cartas no geral não eram fortes e sim só uma ou outra tinha um powe level muito grande. Nesta eu não vi nenhum comentário sequer neste sentido! O fato da Blizzard estar costurando uma expansão em outra, é uma das coisas que eu mais estou amando – eu que sou amante de seriados, sempre amei os crossovers haha – e essa expansão mal saiu, eu já estou ansiosa pra saber como essa história terminará e saber se a Liga do Mal conseguirá alcançar seu objetivo e destruir o futuro de Dalaran ou se os Salvadores conseguirão salvar essas terras!


Rino maldito

Salvadores de Uldum tem se revelado uma expansão com cartas bem interessantes e sinergiais instigantes para um nova meta. Falo isso principalmente por conta das missões, que parecem querer explorar novos caminhos e tirar maior potencial de mecânicas já existentes, porém na minha visão grande parte delas tem empecilhos que dificultam o seu uso, o principal é a base de cartas do modo padrão, que está em sua maior parte segmentada para os decks agressivos (mecanoides).

Minha visão sobre os salvadores é parecida, acredito que sejam cartas com efeitos excelentes, porém tem um grande empecilho que é ter apenas uma cópia de cada carta no deck, então mesmo tendo efeitos que podem até virar ou ganhar uma partida, talvez não sejam bonso suficiente para rodar um deck nessas condições.

Acredito que entre todas as revelações até aqui, a classe que se deu melhor foi o Hunter, que acabou ganhando sinergias que possibilitam diferentes arquétipos de decks.


Eduquesa (Taverna das Divas)

O Ano do Dragão tá sendo uma viagem ao tempo nas expansões e aventuras mais marcantes de Hearthstone e isso é muito bacana, não só pela nostalgia dos jogadores antigos, mas também por dispersar a curiosidade de jogadores novos pra explorar esse conteúdo. É também a primeira vez que temos expansões contando uma história, deixando todo mundo sempre ansioso querendo saber o que vem por aí e explorar todo conteúdo que o jogo tem pra oferecer, como Tavernas temáticas e Aventuras. Confesso que esperava muito mais dos cards dos personagens da Liga dos Exploradores, mas a temática, retorno das missões e as nova palavra chave seguram meu hype com todas as forças. Mal posso esperar pra ver o que vai acontecer!


Davi Fagundes (Dbraz)

Eu gostei bastante do tema da expansão, principalmente com a idéia de sequência da história assim como resgate de personagens e mecânicas do passado. O retorno das missões, uma das coisas mais interessantes que surgiram no jogo, nos faz imaginar quantos decks diferentes irão surgir em volta delas, além de claro os decks sem cartas repetidas serem um ótima acção para a diversidade do jogo. Todas as classes parecem ter recebido boas cartas e sinergias, mas como sempre meu coração é de Caçador então estou na expectativa de vê-lo brilhar com feras mais uma vez! Por fim espero que a aventura também seja divertida e que lancem um evento como o ‘Ascensão dos Mecanoides’ mas que dessa vez realmente mude um pouco o meta no meio da expansão para renovar nossa vontade de jogar e explorar novos decks.


Carlos Victor (Caverna)

Espero que o Bruxo ganhe força na rankeada, pois atualmente no modo Padrão ele praticamente está injogavel junto com o Sarcedote! O guerreiro precisa perder um pouco da soberania dele assim como o Hunter.
A classe que  estou com mais expectativa é o Rogue(como sempre) pois em toda expansão ele sofre um Nerf, estou curioso pra saber qual é o próximo nerf.


Pedro Dantas Heisenberg (Card na Manga)

Acho que o power level da expansão tá acima da expansão anterior, as missões são bem fáceis de ativar e a recompensa não ajuda só um arquétipo da classe. Expectativa é que as classes que estão mais fracas no meta atual (Sacerdote principalmente) ganhem alguns novos decks e que pelo menos um seja competitivo o suficiente. A classe que to mais empolgado é Druida pra testar a missão e os novos combos com Elise.


Dayane Cris (Card na Manga)

 

Com tantas cartas  a maioria delas me chamou muito a atenção de como foram bem trabalhadas nos efeitos (alguns chamam de desbalanceada) mas a gente sabe que pra realmente ser muito fora da curva o resto do meta tem que ser propício a isso e eu acredito que teremos um meta com uns decks bem diferentes chegando por aí e alguns melhorados. E quero ver principalmente a nova palavra chave em ação, eu gostei muito do renascer e vi uns cards que tem um alto potencial com ela. Estou ansiosa para a chegada de Salvadores de Uldum e quero q revelem logo a aventura.


Rodrigo Flausino (Card na Manga)

Acho bem interessante ver as abordagens novas e que podem aparecer no presente e futuro do jogo, como a palavra-chave Renascer e o retorno das missões, agora com Poderes Heróicos. E também deu pra ver que eles estão bem focados em ter temas únicos pra cada classe, seguindo a filosofia de habilidades e recursos que eles revelaram anteriormente. Agora no Modo Livre promete ser ainda mais insano. A galera vai conseguir criar decks ainda mais incríveis com os novos cards!

Eu estou empolgado de jogar com druida e sacerdote, mas acho que vou acabar ficando mais no caçador mesmo, tentando novas sinergias com feras!


Equipe (Taverna das Lendas)

A expansão Salvadores de Uldum, traz um conjunto de cartas interessante com novas mecânicas e efeitos. A nova palavra-chave “Renascer” nos impressiona com seu potencial, lacaios retornam com um de vida ao serem derrotados inicialmente. Pragas foram inseridas para animar ainda mais a temática, e o retorno das missões nos alegra e ao mesmo tempo nos arrepia. O quanto será que ela vai impactar o meta? Essa é nossa maior expectativa!

Olhando por alto as novas cartas, essa expansão vem fortíssima. Algumas cartas estão dando o que falar como a Mochila do Caçador, Corrupção das Águas, Criação de Múmias, Praga dos Murlocs, Abeeelhaaaas!!!, Ferrassangue Selvagem, Serviçal Assustado, Defensor Anubisath, Obelisco etc. As cartas dos Exploradores como Elise, Finlei, Reno e Brann são bastante populares em conversas de grupos de HearthStone, pela curiosidade de como irão se comportar numa partida contra um dos melhores decks da atualidade, o Guerreiro Bomba. Será que o Hearthstone hoje comporta decks ‘’um de cada’’ no padrão? Isso é uma das maiores dúvidas, já que aparentemente, o poder dos heróis da Liga 2.0 não parece ser uma condição de vitória. Vamos esperar pra ver…

Estamos ansiosos para experimentar esse novo conjunto de cartas e nos juntar aos exploradores nessa aventura com múmias, tumbas e monstros mágicos. E, é claro, queremos o que a maioria dos jogadores mais quer: um meta em que todas as classes possam ter oportunidade de brilhar ( ou pelo menos um deckzinho jogável rs’ ).

Não podemos deixar de mencionar que o HYPE se estende a nova aventura. Dessa vez quase não tivemos informações sobre ela, o que nos deixa com as expectativas maiores ainda!

Enfim. Vamos logo se juntar a Liga para invadir Uldum e tentar salva-lá!

Sabrina Oliveto (Mundo de Eluna)

Sobre a expansão Salvadores de Uldum eu posso dizer que definitivamente eu estou muito animada. Agora que já vimos todos os cards e os tipos de mecânicas e afins que as novidades vão incrementar, acho que o próximo Meta será muito divertido. Simplesmente fiquei muito entusiasmada com a continuação das aventuras e das mecânicas já existentes. Isso é algo que eu sempre comento com outros jogadores de Hearthstone, que trazer mecânicas novas não deveria ser fator de exclusão para trazer novos cards das antigas. Não analisei todos os cards ainda mas estou muito animada com as classes, especialmente Druida e Bruxo. Esperamos que Uldum seja salvo com sucesso e nos traga muita diversão nesses proximos quatro meses!


Michael (Taverna CnC – Carteado na Cantina)

Uma nova expansão chega, e com ela sempre incertezas e meias certezas. Certamente trazer velhos personagens renovados para um novo meta, foi excelente – no conceito – e nos anima e muito para como tudo irá funcionar.

O meta em si, não parece que ira mudar tanto, mas classes que estão em tiers mais baixas, podem crescer e possivelmente ganhar espaço no meta. Sacerdote sendo a classe mais off meta e Ladino que sofreu com recentes, poder voltar forte.

Estou jogando de bruxo zoo desde maio, e o deck se manterá consistente por algum tempo. Eventualmente pode desaparecer, pois o principal counter – shaman e guerreiro – vem se mantendo fortes e consistentes.

Por fim, que caçador midrange não fique tão forte quanto aparenta e defensores: a MAL deixa vocês no chinelo wink


Brendow Gollmann (Hearthstone Brasil)

Provavelmente esta expansão é uma das ou até a expansão mais forte já feita, mesmo assim não nos apresentou nada visivelmente broken ou tóxico para o jogo. Conseguiram trazer suportes para as classes até então mais fracas no jogo, sem tornar ela Op, o novo conceito das Missões é realmente muito melhor que o anterior, pois uma recompensa condiz muito mais ao jogo que uma win condition. Sendo assim, estou super hypado e na expectativa pelo lançamento dia 06 de Agosto^^


Marcelo Ferrari (KingVenom)

Bom, sobre a temática da expansão eu achei maravilhoso a ideia que eles prepararam como um todo para o ano do dragão, com expansões interligadas e ainda com lado herói vs lado vilão, a escolha de personagens também foi sensacional já que todos eles já eram clássico no mundo do Hearthstone, foi uma boa sacada da blizzard.

Minha expectativa é que a expansão tenha um nível de poder tão grande quanto cavaleiros do trono de gelo teve na época que lançou. A mecânica Renascer em especial vai mudar totalmente a construção de decks daqui pra frente, é fortíssima e com certeza deve ditar o meta. Também fiquei muito animado com a volta dos decks “highlander”, mas temos que ver como eles vão se sair contra as bombas do guerreiro pra ver se serão decks viáveis.

E a classe que estou mais animado para testar é o Mago, com a volta do valoroso Reno Jackson e agora com o Zéfiro, o qual na minha opinião é uma das cartas mais incríveis já criadas até hoje no hearthstone.


Yato Marcos (Naxxramas Invaders)

A primeira vista eu gostei bastante da expansão ao relembrar elementos do passado é algo bem divertido de se ver. Tenho grandes expectativas para essa nova expansão com todas as cartas novas que chegaram estou ansioso para criar os mais diversos tipos de decks memes que o jogo pode oferecer e especialmente o poder que essas cartas poderão ter no formato livre.

Estou muito esperançoso para jogar com todos os highlander deck, vai ser bastante divertido para min. Pois como um amante de decks memes, eu certamente irei me divertir com esses novos experimentos.


Vitor Emanuel (TvChapo)


 

Mal posso esperar para testar todas as novas sinergias, missões e combos!! Salvadores de Uldum será, para muitos, a expansão mais divertida! Com tantas cartas neutras poderosas e criativas, teremos uma variedade enorme de decks de todas as classes (o que favorece bastante os jogadores free to play).
Tô muito ansioso para jogar de Ladino e Bruxo e destronar o Guerreiro de uma vez por todas!… ou não, né hehehe


Thais Fernandes (Naxxramas Invaders)

 

No início achei que ela deixaria muito a desejar, mas ao decorrer, principalmente no último dia começou a dar uma melhorada. Gostei das novas mecânicas. Alguns cards são bem ruins mas alguns podem modificar bastante o jogo.

Minha expectativa é que o meta de uma modificada e que fique equilibrado.

 sou uma main pala mas sou aggro e os metas anteriores depois do odd pala nenhum deck me chamou atenção, agora estou ansiosa pra testar a missão do pala e também estou esperando pra testar a missão do ladino, que na minha opinião é uma das melhores.


Felipe Mendes (Naxxramas Invaders)

 

Minha opinião sobre a expansão é que ela é a expansão com maior power level desde Kobolds e Catacumbas, se comparado a Ascensão das Sombras é perceptível que Salvadores de Uldum vai mexer muito no meta e ter cartas que irão ver jogo até que rotacionem em 2021, a força das cartas comuns e neutras que vieram é o que mais me impressiona. A classe que eu tenho maior interesse em jogar, tanto no padrão quanto no livre é Caçador, Caçador Midrange é meu deck favorito e veio muito suporte para ele no jogo para ganhar alguns tier no Padrão, já no livre eu não vejo a hora de dar uma mexida no meu Reno Hunter, quem sabe agora vai?


Gabriel Dias (Naxxramas Invaders)

 

O tema da expansão com certeza caiu nas graças da comunidade, além da mitologia egípcia ser muito interessante e proporcionar designs diferenciados eles optaram por retornar com a liga dos exploradores, que já é um grupo de protagonistas bem amado no jogo, os cards dos membros da liga me decepcionaram um pouco, embora todos tenham um certo potencial(em especial o de pala e o de Hunter) eles tem um powerlevel bem abaixo do desejado para potencializar um novo arquétipo, mesmo assim imagino que os decks cheguem a surgir até porque tanto Reno Hunter quanto Reno Paladin já estavam tendo resultados mínimos no top lenda do formato.

 

Além da mecânica de uma só cópia também tivemos o retorno de diversas outras mecânicas o que eu novamente falo que é um ponto bem positivo na expansão, mecânicas do passado que eram fortes ou queridas pelo público sempre são excelentes pedidas para se voltar mesmo que por si elas não criem novos arquétipos elas podem reforçar decks já existentes

Por último eu gostaria de falar do retorno das missões, das 9 missões reveladas as que chamam a maior atenção a primeira vista, é a de ladino e a de druida, ambas já possuem todo suporte necessário para ver jogo no formato e só dependem do estado do meta pós expansão para se firmar, meta esse que deve sofrer leves mudanças como o meta anterior sofreu com Ascensão das Sombras, onde os decks mais fortes se mantém porém alguns novos decks surgem e ocupam seu espaço no novo metagame, pela totalidade de cards revelados não imagino que um novo deck com a força de um Ciclone Quest Mage/Murloc Shaman apareça porém nunca dá pra prever exatamente a força que os novos arquétipos vão ter sem realizar testes.

Em geral curti bastante a expansão, acho que vieram muitos cards fortes pro livre(inclusive muitas comuns e raras) e que com isso podemos presumir que eles vão manter essa perspectiva de lançar diversas Staples pro formato indiretamente, o que é bem bacana já que mesmo não tendo o foco das atenções essa expansão por exemplo tem muito mais coisa interessante para se testar no livre do que no formato foco que é o padrão.


Nossa! bastantes comentários da comunidade, e aqui nos finalizamos essa leva de comentários. Eai invasor? Pronto para se aventurar em Salvadores de Uldum? Deixe seu comentário sobre sua opinião sobre a nova expansão!

Facebook Comments Box

Equipe da Naxxramas Invaders

Somos mais que unidos, na morte somos um. "Esse Artigo Foi produzido por mais de um membro da Naxxramas Invaders"

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *