Expectativas “Juntos em Ventobravo” – Xamã/Ladino

Saudações Invasores.

Como falado durante as revelações, assim que tivéssemos todas as cartas eu faria um compilado com as minhas opiniões sobre o que deve acontecer no próximo meta (1/2 semanas após a expansão ser lançada e desconsiderando os nerfs que algumas das cartas merecem kkkk).

Sem comentar tanto das Neutras, que normalmente são sempre difíceis de avaliar pela possibilidade de aparecerem tudo.

 

Vamos começar e nada mais justo que começar com as minhas duas classes favoritas, Xamã (A favorita de longe com +3.5k de vitórias) e Ladino (quase 1k).

Xamã

O Deck de Sobrecarga (Missão: Comande os Elementos)

Com a própria Missão Lendária, a épica Sobredano, a rara Chamado Carregado e a comum Chance de investimento como cartas chaves, o deck vem bastante interessante, apesar de ter uma curva completamente estranha já que teremos pouquíssimas formas de desbloquear os cristais sobrecarregados.

Gostei bastante da ideia de acabar com o jogo com as magias duplicadas, mas chegar no Bru’kan pode ser difícil, pela curva ficar completamente doida por apenas a primeira recompensa desbloquear a Sobrecarga e termos apenas mais uma carta que faz isso.

Além de que, por ser uma Missão, o que basicamente cede o inicio do jogo  ao oponente muito provavelmente, qualquer deck agressivo irá passar por cima.

Como falei, a ideia parece muito divertida, mas não vejo sendo melhor ou mais consistente que os decks Elemental/Aggro (ainda mais com as novas adições).

Espero muito estar errado.

Controle/Combo com Boiner Bico de Martelo

Parece bem promissor, o combo já conhecido de corromper o Tanque de Mergulho e a Socorrista do Circo e dar o OTK com o Y’Shaarj.

Perdemos uma forma de dar o combo completo com a rotação da missão Corrupção das Aguas, mas agora ganhamos outro modo com o Boiner.

E como o combo precisa de apenas 5/8 cartas (Broto, Tanque, Socorrista, Boiner e Y’Shaarj) o resto do deck para nos deixar sobreviver até lá pode ser o tão esperado Xamã Controle.

Que além do Boiner, pode utilizar da Chance de investimentos e do Sovedor do Canal das suas novas cartas de classe. 

Adições para o Xamã Elemental

O Martelete de Leilão, o Natiforja de Granito e o Sovador do Canal são OTIMAS cartas para o deck já existente.

O Martelete é uma outra arma para o Custódio do Ringue comprar já que o deck normalmente em ter apenas duas armas para dois Custódios e um deles quase sempre se torna inútil, agora ter uma carta que “sai de graça” parece bem interessante, já que quase todos os elementais tem Gritos de Guerra.

Já os dois elementais são simplesmente muito bons para não entrarem, pelos corpos e efeitos poderosos, mas principalmente por que são custo 4 e essa é a pior curva do deck atual, usada para feitiços ou até mesmo usando da falta dela para usar Kazakus.

Mas vale ressaltar que como o deck não tem tanta compra e foca sempre em curvar o melhor possível, essa redução de custo não seja tão relevante quanto pensamos inicialmente, mas ajudará bastante em acelerar alguns turnos poderosos.

Adições ao Xamã de Evolução

Tivemos apenas uma adição ao deck.

E digo que pode ser o suficiente, já que Brinquedinhos é muito bom.

No custo 5 temos muitos lacaios com Últimos Suspiros incríveis, alguns com efeitos passivos igualmente bons e na pior das hipóteses no uso do feitiço, sempre tem a possibilidades de tentar de novo com a Reevolução ou aprimorar sua mesa com a Soqueira Espinolama.

Boto fé nessa ideia kkkk.

Ladino

 

Deck da AVIN (Missão: Encontre o Impostor)

Com a Missão lendária, as raras Extorsão e Assassino (a melhor carta do pacote) e as comuns Espiã e o Informante e o neutro Espreitador, o deck promete bastante, pela força das recompensas, pois todas as Engenhocas são muito boas e versáteis.

Mas como nem todas as cartas da AVIN são tão boas/consistentes, a missão e alguns dos agentes devem completar outro deck, o mais provável sendo o atual Deck de Milagres, que tem boas formas de comprar cartas, uma condição de vitória decente e vários slots flexíveis na lista atual.

Sobre as Engenhocas, como dito antes, todas são bem interessantes pela relação de custo/poder, ganhando muito valor em praticamente todas seja protegendo um lacaio aliado, lidando com um inimigo, uma arma poderosa, ganhar mais valor ou até controlar a próxima compra do oponente.

Ter tantas possibilidades e de custo baixo é simplesmente tudo que a classe quer.

Maestra do Baile de Máscaras

Compreensível Blizzard, tenha um ótimo dia…

Sinceramente, não faço a menor ideia do que falar disso aqui, a ideia é muito divertida e interessante, mas é tão estranha e sem qualquer apoio essencial que é estranho falar sobre.

Gostei, mas sei lá kkkkkkkk

Adições para o Ladino de Ultimo Suspiro

Novamente ladino recebendo boas cartas para Ultimo Suspiro, mas novamente não tendo Últimos Suspiros tão interessantes para justificar um deck.

E ao mesmo tempo, é uma sinergia tão especifica que é difícil encaixar como apoio para outro deck.

Pode ser que assim como Caçador de Demônios, se crie um “Deck de arena”, um midrange tão simples que funcione mais pela força das cartas individuais que pela força da Sinergia em si.

Mas acho que a classe ainda terá algum deck melhor para se usar.

 

É isso por enquanto.

Pretendo fazer de todas as classes, caso você se interessem pela minha opinião kkk.

Apenas saibam que as outras classes receberão opiniões baseadas principalmente em visão geral do jogo (jogando contra) e por assistir outros jogarem e não em experiência própria, pois não jogo tanto com elas como faço com essas duas aqui.

 

Enfim, agradeço a todos que chegaram até aqui e agradeceria mais ainda se deixassem suas opiniões sobre as cartas e se concorda ou discorda das minhas analises.

 

As próximas 

Facebook Comments Box

Marcos "MaruK" Reis

Apenas mais um jogador de HS. Um simples mono Xamã que sempre busca aprender e melhorar no jogo enquanto ajuda outros pela palavra de Kel'thuzad.

138 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *