Entrevista com os desenvolvedores de Diablo – BLIZZCONLINE

Saudações Invasores de Naxxramas tivemos o privilégio de participar de uma coletiva de entrevista com os desenvolvedores onde foram feitas diversas perguntas sobre o Diablo e sobre o que podemos esperar para o futuro, selecionamos as melhores perguntas de maior relevância para falar para vocês!

Sobre Diablo IV

De primeiro tivemos  uma pergunta sobre a campanha do Diablo  IV e como irá funcionar onde tivemos a seguinte resposta!

  • “Existe uma campanha, que vai ter uma certa linearidade, mas estamos tentando incorporar como o jogador quer jogar. Camps sao locais exclusivos pra sua PT.”

Tivemos também a pergunta sobre qual a implementação mais difícil e se por acaso iriamos ver mais do Nephalem?

  • Integrar o open world seria o design mais interessante e difícil de implementar, antes nos outros jogos vocês conseguia ver o mundo de santuário, mas agora queremos que você possa realmente interagir com todo esse mundo, sabe o sentimento de quando você passa por uma área, e fica só olhando, queremos que tudo que vocês possam ver seja acessível, podendo ver tudo dos detalhes entre os lugares.
  • Mas é necessário manter o open world sem deturpar a essência de diablo, sem esquecer toda a dinâmica de diablo de quests.

  • Sobre Nephelem: a historia se passa décadas depois, muitas pessoas morreram, a historia esta focada nos heróis, nos humanos, enquanto o Nephelem ajudou no passado, mas hoje não é tão ativo. É sobre o que sobrou após Reaper of Souls.

Tivemos um questionamento  sobre se o Diablo IV teve aspectos inspirados no Immortal e como que isso seria amigável para os novos jogadores!

  • “Immortal é muito divertido de jogar, e ele serve pra juntar os eventos de Diablo II com os eventos de Diablo III na questão de lore, os diversos eventos que aconteceram na historia de Diablo nesse meio tempo. Diablo IV foca na população de PC e Consoles.”
  • Também menciona que eles querem diminuir a velocidade do combate de Diablo III, deixando ele mais lento, focando nos monstros mais no Diablo IV, além de precisar ter sua própria identidade, devido a característica open world.

  • Sobre ser acessível: as coisas vão ter um ritmo que vai aumentando de forma gradativa, de modo que em um alto nível todos possam entender os sistemas, mesmo que seja o primeiro jogo deles, mantendo um nível de dificuldade que a morte será parte do jogo!

Tivemos algumas perguntas sobre os consoles e coisas que já foram divulgados por eles mesmo na Blizzcon como por  exemplo se o Diablo IV irá rodar em PS5 ou Xbox One X.

  • E com mostrado na Blizzcon, sim teremos como jogar nos consoles desde PS4,PS5, Xbox One e claro Microsoft Windows.

Tivemos uma pergunta sobre como será o pvp em Diablo IV!

  • Existirão áreas, os campos do ódio, em homenagem a experiência de Diablo II onde se coletava as orelhas com o nome do inimigo derrotado, como troféus. Nos campos de ódio você consegue fragmentos de ódio que podem ser purificados, e usados em vendedores de itens pvp, que dão montarias e coisas cosméticas, são itens apenas de prestigio. Outras pessoas podem se tornar hostis a você nos campos de ódio, e se você morre com fragmentos de ódio, você dropa todos eles, e pessoas perto que não são hostis a você podem te ajudar. se você escolhe ser hostil a player por um tempo estendido vc se torna um “avatar’ de ódio, e se você sobrevive um determinado tempo como um “avatar” de ódio, que  te anuncia a todos os players na zona, e se você sobreviver vc ganha um bônus, e se for morto, a pessoa que te matou ganha um bônus.

O quão mundo aberto seria o Diablo IV ?

  • Estamos dando o melhor para isso, deixando os jogadores poderem ir na área que quiser, escolhendo seu caminho, embora exista uma campanha principal, que não precisa ser seguida precisamente, existindo áreas que são mais difíceis que outras, e jogadores podem ir nas áreas mais difíceis primeiro, com o jogador escolhendo o seu caminho. Existe também a ideia de acampamentos, que são locais determinados, privados a você e sua party, uma ruina ou uma catedral que foi perdida, varias criaturas vivem lá já, e você precisa limpar esse local, e qualquer outro problema, e quando o jogador conseguir isso, esse local é liberado, dando mais vendedores, entradas de masmorras, ou novas missões.

Foi perguntando como eles balanceiam as skills tanto no pvp ou pve!

  • Algo que tentamos reconhecer cedo, é que não queremos nada justo no pvp, e sabemos que é normal que não seja. Para tal temos muitos playtesters e ferramentas pra dar valor ás diferentes build e sua efetividade, para que haja um certo nível de balanceamento. o Foco não é de penalizar muito com a morte por sinal.

Como seria a gameplay com a nova classe do Diablo 4 o Renegado?

  • De forma comum será como um ladino, onde seu personagem é mais focado em agilidade estratégia, afinal diferente do bárbaro que você só bate, nesta classe é preciso mais calma e estratégia além de vários combos dando lentidão stuns entre outros.

Ainda sobre o pvp, qualquer lugar pode virar um campo de ódio?

  • Não, vão ser lugares específicos porque nem todo mundo curte pvp. Porem existirão eventos mundiais, que terão vários players.

Sobre a customização 

  • Foi perguntado o quão longe iria esses estilos de customização que nós poderíamos fazer.
  • Seria parecido como os transmogues do wow e poderiamos ir modelando da forma que acharmos melhor e mais atraente. 
Conclusão 

Assim concluímos essa entrevista, foi bem divertido estar junto de outros criadores de conteúdo onde tivemos um bate papo sobre o foco maior em Diablo 4 e áreas afins.  Obrigado por ler até aqui e nós vemos no próximo artigo.

Facebook Comments Box

Equipe da Naxxramas Invaders

Somos mais que unidos, na morte somos um. "Esse Artigo Foi produzido por mais de um membro da Naxxramas Invaders"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *